» 1.7 Comunicações » Torres de comunicações


Torres de comunicações


Que riscos existem em viver perto de torres de comunicações, nomeadamente torres de comunicações móveis, que dão suporte às redes de telemóveis?

 
Os riscos de as torres de telecomunicações afetarem a saúde estão reportados e há estudos específicos que apontam para uma relação causa-efeito em patologias degenerativas.

Em links abaixo, nesta página, juntamos duas referências claras, além do estudo de Selbitz, já apresentado noutra página desta secção.

Estudo de Belo Horizonte
 Na cidade de Belo Horizonte (Brasil), realizou-se um estudo sobre a incidência de cancros da próstata, mama, pulmão, rins e fígado. Com geoprocessamento das moradas dos afectados, descobriu-se que mais de 80% dos casos de óbito por neoplasias viviam até 500 metros de distancia das antenas de telefonia móvel.

 
Informação sobre antenas de telemóveis
 A Associação Mast-Victims, de UK, tem uma extensa base de dados, que pode ser consultada, sobre os riscos e controvérsias associadas à instalação de antenas de comunicação móvel nas imediações de núcleos urbanos. 
 
Petição sobre antenas em escolas
 Uma petição foi enviada e aceite no Parlamento da Escócia, no sentido de se evitarem antenas de telefonia móvel junto a escolas, pelo risco para crianças e o princípio de precaução. Esta medida é idêntica a outras na Austrália, Nova Zelândia, Suécia, Itália e USA.

 
Imprimir   
topo topo
     Fertilidade Gravidez Crianças
Geohabitat (c) 2009